Compartilhe este conteúdo:

Prefere escutar o conteúdo? Dê play!

Uma das principais preocupações das empresas está em como se adequar à LGPD ao realizar o armazenamento e organização de dados sensíveis. No entanto, muito mais do que uma coleta apropriada, falamos da gestão fim-a-fim desse ativo digital: a governança de dados.

Atualmente os dados passaram a ser ativos que movem o mundo dos negócios, eles são os principais protagonistas de estratégias bem-sucedidas de mercado. Entretanto, segundo o Harvard Business Review, apenas 3% das empresas possuem uma metodologia de governança de dados de qualidade.

Uma vez que o recolhimento dos dados se estende por todos os ambientes digitais, é necessário que sua coleta seja realizada de forma assertiva e em conformidade com a lei.

Quer aprender mais sobre como a governança de dados pode auxiliar a sua empresa a estar em adequação com a LGPD?

Continue a leitura conosco!

Governança de dados: saiba o que é e quais são seus principais benefícios.

A governança de dados é uma metodologia que inclui boas práticas para que sua empresa lide mais adequadamente com o volume de informações geradas e armazenadas. Trata-se de um movimento amplo, que compreende sistemas, processos e pessoas nos âmbitos de planejamento, monitoramento e execução da gestão de dados.

Logo, a governança de dados estabelece métodos de coleta, armazenamento e segurança dos dados nas empresas. Criando padronizações que visam, mas não se limitam, a redução de custos operacionais, ganhos de produtividade, adequações a normativas, antecipação de demandas e ganhos de insights competitivos. Para empresas que buscam maior relevância e competitividade em seus setores, uma boa governança de dados é fundamental. Afinal, falamos de um avanço considerável no amadurecimento estratégico digital do negócio.

Com isso, listamos alguns dos seus principais benefícios. Veja:

  • Agilidade na tomada de decisão: Com uma organização clara dos dados, é possível utilizá-los em seu máximo potencial como insumo assertivo para tomada de decisões efetivas e ágeis;
  • Transparência: Um processo bem estruturado de governança possibilita uma visão transparente dos dados em toda a jornada, desde sua origem, utilização, arquivamento ou expiração. Sendo assim, é possível abordar estratégias mais eficientes para coleta de dados qualificados;
  • Eficiência dos processos internos: Com a possibilidade de organizar quais dados são relevantes para os diversos setores da empresa, os processos internos da companhia se tornam mais eficientes;
  • Proteção das informações: Uma das principais preocupações da governança de dados é definir boas práticas e processos de proteção – alinhados com a LGPD – para assegurar sua integridade, bem como blindar a empresa e os titulares dos dados;
  • Redução de custos operacionais: Através da organização dos dados, as empresas passam a tomar decisões mais assertivas e ágeis, capturando rapidamente novas oportunidades de negócio. Esse fator, combinado com os ganhos de eficiência, contribui para redução dos custos operacionais.

Confira a relação entre a governança de dados e a LGPD

Sancionada em 2018 e em vigor desde setembro de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), define várias regras para o tratamento de dados sensíveis pelas empresas. Estimulada pela General Data Protection Regulation (GDPR), nova lei da União Europeia sobre a proteção de dados, a LGPD atrela às empresas uma responsabilidade acerca do armazenamento e uso de informações pessoais.

Logo, uma boa governança de dados anda de mãos dadas com as obrigações impostas pela LGPD. Entretanto, desde antes da nova lei, a governança de dados busca em sua premissa estratégias para a organização da coleta e armazenamento de dados sensíveis.

Como mencionado anteriormente, a metodologia contribui para a categorização e tratamento dos dados, além de também auxiliar nas questões de segurança e garantias de integridade.

Aplicar uma gestão de governança de dados é o melhor caminho para que o seu negócio esteja em conformidade em relação à LGPD. Nesse contexto, a adoção de soluções robustas e mais aderentes à arquitetura e governança de dados colabora para uma gestão mais avançada e adaptável.

Confira, a seguir, como as soluções da IBM podem ajudar a sua empresa na jornada da governança de dados e apoiar na conformidade com a LGPD.

IBM Storage Systems: O mais amplo portfólio de soluções para armazenamento e proteção de dados

Agora que você compreendeu o que é a governança de dados e quais seus benefícios para que a sua empresa esteja de acordo com as obrigações da LGPD, apresentaremos soluções de armazenamento que viabilizam uma infraestrutura mais aderente e responsiva em relação aos temas abordados anteriormente.

O IBM Spectrum Storage Suite possui uma família completa de produtos que auxiliam as empresas com o armazenamento, gerenciamento e proteção de dados e metadados. Incluindo o uso de inteligência artificial (AI) para ganhos de performance, antecipação de eventos e categorização e classificação de dados.

Através dessas soluções, é possível atender de forma eficiente as demandas da governança de dados nos contextos de armazenamento, proteção e visibilidade dos dados!

 

Conheça o IBM Spectrum Storage Suite              

Por meio do IBM Spectrum Storage Suite você aprimora o gerenciamento, proteção e armazenamento dos dados coletados pela sua empresa. Além disso, os produtos oferecem um conjunto de armazenamento definidos por softwares (SDS), o que torna sua implementação ágil e econômica.

Entre as principais vantagens de adotar o sistema da IBM Spectrum Storage Suite, estão:

  • Escalabilidade do gerenciamento de dados: Produtos como o IBM Spectrum Scale e o IBM Elastic Storage suportam processamentos analíticos e de big data em cluster com armazenamento escalável de alto Logo, permitem a colaboração global, simplificando os fluxos de trabalho e reduzindo os custos com ILM e tierização em nuvem.
  • Cloud segura e híbrida: O uso dos produtos presentes no IBM Spectrum Storage Suite, como o IBM Cloud Object Storage, permite que as empresas expandam o uso de nuvem com integridade e segurança. Além disso, há opção de recursos de cloud híbrida, como IBM Spectrum Virtualize, e dessa maneira sua empresa pode espelhar os dados de seus datacenters locais para a nuvem pública.
  • Análises e classificação de dados: Através do IBM Spectrum Control, do IBM Spectrum Discover e do IBM Storage Insights, é possível realizar análises preditivas e catalogar os dados armazenados, automatizar a infraestrutura de armazenamento e ampliar o monitoramento de forma agnóstica.
  • Proteção de dados: Produtos como o IBM Spectrum Protect, IBM Spectrum Archive e IBM Spectrum Copy Data Management, garantem a segurança de todos os dados coletados e armazenados pela empresa através de uma infraestrutura de backups, que possibilita recuperação, replicações e retenção dos dados coletados.
  • Otimização de custos: Como os produtos do programa possuem uma interface padrão, eles reduzem e simplificam custos com suporte, uma vez que há a diminuição de erros ocasionados por diferenças entre os sistemas.

Além disso, como a precificação dos produtos está diretamente ligada às suas capacidades de armazenamento, e não com o seu tipo ou modo de uso, isso torna essas soluções acessíveis para empresas de diferentes portes.

Quer melhorar a maneira como a sua empresa gerencia, protege e armazena os dados coletados e ainda estar em conformidade com a LGDP?

Para isso, você pode contar com o auxílio e toda expertise da Teletex, especialista nas soluções da IBM e parceira ideal para aplicação do IBM Spectrum Storage Suite.

Quer saber mais sobre como podemos ajudar sua empresa?

Entre em contato com um especialista da Teletex agora mesmo!