Compartilhe este conteúdo:

Não é de hoje que o home office vem sendo adotado nas empresas. Apesar disso, foi a crise motivada pelo coronavírus que tornou esse modelo uma forte tendência para o futuro do trabalho.

Novidade para a maioria, o trabalho remoto tem se mostrado uma solução eficaz para manter a comunicação e aumentar a produtividade das equipes. Entretanto, mesmo com seus benefícios, essa é uma alternativa que pede atenção quanto à segurança da informação.

Nos próximos tópicos falaremos sobre a necessidade de adotar medidas contra o vazamento de dados, especialmente em ambiente de home office, onde controle e manipulação de dados é assunto ainda mais delicado.

Confira as dicas e não deixe de segui-las!

O cenário de segurança em tempos de home office

O home office é uma solução importante para romper barreiras geográficas, proporcionar qualidade de vida aos colaboradores e até trazer economia nas empresas.

Inclusive, essa modalidade, totalmente favorável à produtividade, também parece ter conquistado funcionários. 6 em cada 10 trabalhadores acreditam que o home office vai aumentar nos próximos anos.

Outro ponto interessante é que há estimativas de que o novo modelo de trabalho irá crescer 30% entre empresas de todos os tamanhos.

Certamente, com esses dados, hoje temos um cenário favorável para quem já está bem adaptado ao trabalho remoto.

Em contraponto, muitas companhias ainda precisam se atentar às normas e políticas de segurança para que o acesso remoto dos colaboradores ao banco de dados não traga nenhum risco à integridade do negócio.

O despreparo, nesse sentido, pode acarretar vazamentos de arquivos e mensagens sensíveis, as quais podem colocar a empresa em risco.

Veja a seguir como garantir a proteção dos dados confidenciais à companhia.

A importância de bloquear ações indevidas

A segurança da informação é um cuidado indispensável para todos que estão internos ou externos à empresa.

E, para que as trocas de informações sejam realmente segura, é preciso ter atenção a 3 pilares principais:

Confidencialidade 

É o conceito que garante a segurança dos dados contra o acesso de pessoas não autorizadas. Além de proteger os negócios, ela também assegura que não haverá vazamento de informações.

Integridade 

É a troca de informações a partir de e para fontes confiáveis. É um ponto importantíssimo para garantir que nenhuma informação foi alterada entre o envio e o recebimento de dados sensíveis.

Com a tecnologia promovendo cada vez mais mobilidade, os colaboradores tem facilidade em acessar redes não confiáveis. Garantir o bloqueio do desvio de informações nessas situações é indispensável.

Disponibilidade 

As informações precisam estar acessíveis, com as devidas autorizações e a qualquer hora.

Isso pode fazer a diferença em uma reunião com grandes oportunidades de negócios, por exemplo. Garantir que as informações estejam no lugar certo e na hora certa é o que faz da tecnologia o grande diferencial competitivo

Então, para que tudo funcione corretamente, é fundamental considerar duas ações capazes de evitar transtornos, como tentativas de invasões hackers:

  • A primeira é a criação e orientação de políticas de segurança;
  • A segunda é a utilização de soluções desenvolvidas especificamente para bloquear o acesso indevido aos dados sensíveis. Isso pode ser feito por meio da tecnologia CASB – (Cloud Access Security Broker).

O que é CASB e como ele pode ajudar no bloqueio das ações indevidas?

As empresas têm adotado mais sistemas em nuvem para organização, distribuição e ferramentas de comunicação. Diante disso, o CASB é uma aplicação indispensável para garantir a segurança dessas aplicações.

A solução foi desenvolvida para controlar o tráfego de informações em nuvem, criando barreiras que reforçam as diretrizes de segurança definidas por uma empresa.

Como um guardião, a ferramenta identifica as informações trafegadas e analisa profundamente a procedência e a maneira como esses dados estão sendo utilizados.

O CASB atua em 4 funcionalidades principais:

Aplicativos autenticados 

Trabalha com a identificação de aplicações utilizadas no sistema em nuvem para controlar e determinar códigos de acessos, criptografar dados, entre outras soluções de segurança.

Funções do DLP integradas 

O DLP (Data Loss Protection) é responsável pela prevenção ao vazamento de informações. Integrado ao CASB, ele expande as políticas de segurança configuradas localmente para a adaptação das aplicações em nuvem.

Autenticação

Controla o acesso dos usuários a aplicativos e dispositivos por meio de sistemas de autenticação de identidade.

Credenciais mapeadas 

Realiza varreduras nas credenciais atualizadas para identificar violações de identidade e outras tentativas de falsificação.

Conheça o Cisco Cloud Lock e impeça o vazamento de dados na sua empresa

Se o CASB é uma aplicação excelente para a segurança da informação, ele fica melhor ainda quando é ponto central de desenvolvimento das empresas.

Assim é o Cisco Cloudlock, um software desenvolvido diretamente na nuvem e integrado ao Webex. Ele auxilia empresas que estão migrando suas aplicações para cloud computing.

Com o objetivo de proteger aplicativos e dados na nuvem, o Cloudlock tem como diferencial seus APIs que gerenciam quaisquer tipos de riscos. Dessa forma, além de combater as tentativas de violações de dados, também cumpre todas as regulamentações de conformidade.

O Cloudlock atua com 3 recursos principais:

Segurança dos usuários 

A partir de algoritmos de aprendizado de máquina para detectar anomalias, o Cloudlock identifica atividades provenientes de países que estão fora de uma lista determinada e detecta ações que ocorrem em velocidades incompatíveis entre as distâncias.

Segurança de dados 

Utilizando a tecnologia DLP, que atua na prevenção de perda de dados, o Cloudlock faz o monitoramento contínuo dos ambientes em nuvem para detectar e proteger informações sensíveis.

Como facilitador, o sistema oferece diversas políticas que podem ser utilizadas integralmente ou adaptadas conforme necessidades.

Segurança de aplicativos 

O poderoso firewall do Cloudlock atua na identificação e controle de aplicativos na nuvem utilizada por sua empresa. Nele ainda ficam disponíveis as avaliações da comunidade para cada aplicativo.

A partir dessa leitura, o desenvolvedor pode entender quais aplicações podem ser removidas ou adicionadas à lista de permissões de acordo com seus níveis de risco.

O Cloudlock é a solução completa para manter a segurança dos dados na nuvem de sua empresa – uma iniciativa que precisa ser imediata, principalmente no acesso remoto por parte dos colaboradores.

Conheça mais a ferramenta e saiba como adotá-lo para reforçar o sistema de segurança em nuvem de sua empresa: Fale agora mesmo com nossos especialistas!

Thiago Andrade Tomal | Security Engineer